CRMV/PA emite nota de esclarecimento sobre serviços veterinários

Postada em: 14/05/2020

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Pará (CRMV/PA) emitiu nota aos médicos veterinários, zootecnistas e a sociedade, na qual esclarece que os serviços veterinários e de nutrição animal são essenciais para a saúde pública, especialmente na prevenção de doenças, no gerenciamento de emergências e no enfrentamento de pandemias, seguindo a mesma linha do que foi publicado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) e pela Associação Mundial de Veterinária (WVA).

O documento também faz referência ao Decreto nº 729, de 5 de maio de 2020, do Governo do Estado do Pará, que dispõe sobre a suspensão total de atividades não essenciais (lockdown), no âmbito dos Municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides, Castanhal, Santa Isabel do Pará, Santa Bárbara do Pará, Breves, Vigia e Santo Antônio do Tauá, visando a contenção do avanço descontrolado da pandemia do coronavírus (COVID-19), e  identifica no seu artigo 2º inciso IV - a realização de trabalho, nos serviços e atividades consideradas essenciais, e classifica em seu Anexo I do Decreto, as atividades mencionadas no item 34. CUIDADOS COM ANIMAIS EM CATIVEIRO, BEM COMO, CUIDADOS VETERINÁRIOS E FORNECIMENTO DE ALIMENTAÇÃO PARA ANIMAIS DOMÉSTICOS.

A nota reforça ainda às entidades policiais e de controle, que é essencial a necessidade de garantir o fornecimento de alimentos, medicamentos e insumos, tanto aos animais de produção, quanto aos animais de companhia, mediante a manutenção do funcionamento das indústrias, distribuidoras e comércio destes produtos; o atendimento e o tratamento aos animais; a manutenção do funcionamento dos estabelecimentos médico-veterinários (consultórios, clínicas e hospitais), contanto que estes estejam funcionando de acordo com as determinações do governo, estabelecendo o distanciamento entre as pessoas e higiene necessária ao atendimento público.

O CRMV/PA se dispõe junto às autoridades governamentais vigentes e aos profissionais médicos veterinários, zootecnistas e comerciantes de insumos, a somar esforços, e fica à disposição para contribuir aos serviços necessários de manutenção da ordem e atuação na busca de mitigar a pandemia provocada pela Covid-19 em prol da saúde única (humana, animal e ambiental).

Leia a nota de esclarecimento na íntegra