Artigo explica a forma correta de informar à população sobre a formação profissional de médicos-veterinários

Postada em: 19/09/2018

No que diferem os graus, títulos e especialidades em Medicina Veterinária? E quais são as regras de publicidade previstas para que a informação chegue de forma correta ao consumidor?

Essas perguntas foram respondidas pelo médico-veterinário Ismar Araújo de Moraes em artigo publicado no portal da Universidade Federal Fluminense (UFF). Moraes é presidente da Comissão de Ética e Legislação (Conel), do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), e professor titular do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFF.

De acordo com Moraes, os profissionais que possuem certificados em cursos lato sensu e querem fazer uso do termo “especialista” devem solicitar o reconhecimento do “Título Profissional de Especialista” ao CRMV em que tiver o seu registro, conforme Resolução CFMV nº 935 de 10 de dezembro de 2009.

Além disso, o professor esclarece que a divulgação das especialidades deve se restringir às reconhecidas pelo sistema CFMV/CRMVs. Seu descumprimento implica em penalidades que variam entre censura confidencial ou pública, como prevê a Resolução CFMV nº 1.138, de 16 de dezembro de 2016.

Confira a íntegra do artigo.

Fonte:Assessoria de Comunicação CFMV